Destaques

terça-feira, 30 de novembro de 2021

Crítica Cinema | Encanto

(Cante cante até dar sono)


Encanto é a nova animação da Disney situada na Colômbia, sobre a extraordinária família Madrigal, que vive escondida em uma região montanhosa isolada, conhecido como Encanto. A magia da região abençoou todos os meninos e meninas membros da família com poderes mágicos, desde superforça até o dom da cura. Mirabel (Stephanie Beatriz) é a única que não tem um dom mágico. Mas, quando descobre que a magia que cerca o Encanto está em perigo, ela decide que pode ser a última esperança de sua família excepcional. Elenco de vozes originais ainda conta com María Cecilia Botero, John Leguizamo, Mauro Castillo, Jessica Darrow, Angie Cepeda, entre outros. Direção de Byron Howard, Jared Bush e Charise Castro Smith. Produção e distribuição nacional da Walt Disney Pictures. Estreia nos cinemas brasileiros em 25 de novembro de 2021. Para o trailer, clique aqui.

Encanto


Essa nova animação da Disney cheia de cores e vida vai abordando a Colômbia em um vilarejo do qual temos uma casa encantada que dá poderes aos membros de sangue da família, exceção a protagonista Mirabel, que por algum motivo... não recebeu seu dom, dali se parte a trama. Antes disso, o longa animado está mais para um musical, eles cantam o tempo todo, particularmente eu não gosto dessas histórias que a pessoa começa a explicar tudo na base da cantoria, é uma atrás da outra, e com a dublagem nacional, fica bem fraca porque traduz tudo e excesso de sonoplastia vai irritando a cada canção. Voltando a trama, tudo muito vago, com exceção do personagem Bruno, de onde temos ali a base do mistério, fora isso, nada funciona bem. Pois a Mirabel vai indo para lá e para cá e não acrescenta muito em resolver os problemas da casa mágica, e quando isso acontece, não tem grandes impactos. Poderia explorar mais o envolto, tem uma tragédia do passado que justifica os problemas que acontecem durante o filme que não fica bem posicionada... Entendo que é uma produção voltada ao público infantil, mas já que inventou de contar... que conte direito. Ao fim... é tudo igual, todos felizes para sempre e resolvendo a jornada da forma mais óbvia possível.


Tecnicamente impressiona, a quantidade de cores vivas que se misturam em tela... são bem distribuídas. Tudo bonito demais. A animação em si beira a perfeição, os detalhes principalmente nos cabelos das personagens, incluindo a Mirabel, são excepcionais. Como as músicas são cantadas para explicar os sentimentos da protagonista e sua família... fica muito chato, porque a história que já não é boa, precisava andar mais. A aposta em um elenco latino em sua dublagem original é bem escolhida... tanto que Mirabel é dublada pela argentina Stephanie Beatriz, estrela do Brooklyn 99 (Rosa Diaz). Encanto tem peculiaridades visuais que são vistosos aos olhos do público, mas com uma trama fraca que se perde em não explorar melhor as cartas apresentadas, quem sabe se não perdessem tanto tempo cantando...

Imagens fornecidas pelas assessorias ou retiradas da internet para divulgação/Biografias usadas são da IMDB
  ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks