Destaques

Newsletter

sexta-feira, 24 de julho de 2020

As retomadas de cinemas e teatros em São Paulo são adiadas, e mais eventos tradicionais são cancelados

(Os anúncios de hoje do governo não foram bons para as áreas culturais)

Retorno a uma sala de cinema parece cada vez mais distante

São Paulo, 24 de julho. A tradicional coletiva do governador João Dória e sua equipe, além de outras pessoas presentes que envolviam os assuntos do dia, somado ao prefeito da capital de São Paulo, Bruno Covas, trouxe apenas notícias ruins em relação a assuntos relacionados ao audiovisual e também eventos de importância social, como esportivas. Abaixo os principais fatos para essas áreas. Sobre a pandemia em si... e outros assuntos de retomadas, não são situações que o ParsaGeeks aborda, mas em um apanhado geral, a maioria das cidades daqui do estado estão em uma diminuição lenta ou se mantendo sem aumento (O chamado platô) de casos e óbitos devido a pandemia do Covid-19, mas os números ainda são altos. Nos sites da prefeitura; governo e os grandes de notícia... você pode se informar melhor sobre esses assuntos. Indo de encontro ao entretenimento que nosso veículo aborda, fica visível que essa melhora lenta e a falta de uma vacina a curto e médio prazo são os responsáveis pelas decisões que foram tomadas hoje, confira abaixo:

Governador de São Paulo, João Dória, não trouxe boas notícias ao entretenimento

Cinemas e Teatros:
Foi a primeira pergunta dos jornalistas e foi respondida apenas pelo prefeito Bruno Covas e de forma muito breve... A princípio tanto teatros, quanto os cinemas já estariam liberados para funcionar, desde que a cidade de São Paulo se mantivesse na área amarela por quatro semanas (Apenas 40% de capacidade, 6 horas abertos e sem comercialização de bebidas e comidas) e foi o que ocorreu em partes... A capital se manteve na fase amarela, tinham cinemas como Petra Belas Artes avisando que abriria dia 06 de agosto, Reserva Cultural dia 13, mas a ducha de água fria foi grande, mesmo com os protocolos prontos, o prefeito disse que por orientação da vigilância sanitária, será aguardado a entrada da cidade na fase verde, então... enquanto isso não houver, permanece tudo fechado  (Até segunda ordem, pelo menos).

As redes de cinemas vão ter que esperar um pouco mais para reabertura

Carnaval:
Uma das grandes polêmicas do início do vírus no Brasil, foi a realização do evento em 2020 já com o covid-19 circulando no país  (Sendo acusado o primeiro caso apenas na terça de carnaval, mas já estando entre nós bem antes) e para não repetir o erro, o evento foi adiado para o final de maio ou julho (Junho não, devido as festas juninas) e em comum acordo com as escolas de samba e bloquinhos de ruas (Segundo levantamentos do próprio prefeito... O Carnaval em sambódromo trouxe aproximadamente 300 milhões  de reais para a cidade e os bloquinhos mais de 2 bilhões, consequentemente, em três finais de semanas, mais de 15 milhões de pessoas às ruas... E realmente sem vacina, não tem como ter esse tipo de evento.

Tradicional festa brasileira acontecerá em São Paulo apenas em maio ou julho em 2021

Marcha para Jesus:
Outro evento que leva muitas pessoas às ruas, segundo dados da coletiva mais de 1,5 milhão de pessoas, esse claro, o motivo do cancelamento. Foi dito que a organização do evento apresentará até o final de agosto uma nova forma que usarão para realização da marcha sem publico, essa que estava marcada para junho, onde aconteceu apenas uma carreata sem presença de pessoas nas ruas... empurrado para novembro e agora cancelado de forma presencial, resta saber como vai ser feito.

Marcha para Jesus

Parada LBGTQ+ 
Evento seria em novembro, foi cancelado, também com números expressivos de arrecadação aos cofres público, o fato de reunir mais de 3 milhões de pessoas é um fator que inviabilizou a realização da tradicional parada, também em comum acordo com a organização do evento. Não foi dito nada se tentará fazer de alguma outra forma como na marcha.

Parada tradicional de São Paulo 

Fórmula 1:
Esse é um pouco diferente, a prefeito liberou, mostrou protocolos que poderia receber  a corrida hoje (Sem público) e ainda mais sendo em novembro... daria para fazer, mas a própria organização do evento cancelou as provas na América (EUA, Brasil e México), o prefeito Bruno Covas se mostrou insatisfeito, já que ele diz que atividades automobilísticas estão liberadas na capital, assim como futebol (Sempre ressaltando sem público) e agora as tratativas serão de manter o contrato com a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para que o Grande Prêmio do Brasil de F1 seja disputado em São Paulo nos próximos anos, já que a licitação atual encerra-se agora em 2020.

O aumento de casos do Covid-19 nas Américas afastou a Fórmula 1

Isso foi o que aconteceu (Lembrando que a festa de Réveillon foi cancelada tem poucos dias), um dia ruim do ponto de vista cultural e social, porque são atividades que envolve empregos e arrecadações, mas sempre ressaltando que a prioridade é a segurança das pessoas e a diminuição de propagação do vírus, no Brasil, ainda estamos com números muito altos para se pensar em aglomerações como carnaval, paradas, marchas e passeatas. No caso de cinemas, teatros, museus e comedy club... dentro de protocolos rígidos de segurança e a curto prazo, poderiam ser revistos em cidades em  casos e óbitos em descendência significativa, mas é algo para se fazer com calma. Hoje me parece as únicas atividades nesse segmento que ainda possam voltar sem a vacina, qualquer outro fica realmente inviável.

Tradicional Réveillon na avenida Paulista em São Paulo também foi cancelado 

Outro baque foram anunciados esses dias pela Warner, Disney e Paramount, no que diz aos cinemas que já abriram pela mundo e pretende abrir... o cancelamento de lançamentos em 2020 de agosto a dezembro de filmes como Tenet, Um Lugar Silencioso Parte 2, Invocação do Mal 3, Mulan, Bob Esponja: O Incrível Resgate e Top Gun: Maverick, quase todos adiados para 2021, depois de abril ou sem previsão de estreia  (Tenet e Mulan) ou sairá para streaming  (Bob Esponja no Netflix), mas isso falarei em outra matéria.

Grandes filmes que sairiam em 2020, ficaram para 2021

Lembrando que tudo muda a todo instante nessa pandemia, mas se existe um "platô" durante esses quase 7 meses de vírus... é do entretenimento sendo prejudicado dia após dia, praticamente já podendo dar adeus a esse ano terrível. E  pelo visto, e ao que tudo indica, os três primeiros meses de 2021 não fugiram da regra para essa área, por isso, precisamos torcer para essa vacina chegar logo a população para que a vida volte como antes em todos os segmentos, não só culturais.

Todas imagens usadas nessa matéria foram retiradas da internet para divulgação 
  ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks