Destaques

Newsletter

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Cinema 528# Guerra Fria

Guerra Fria (Zimna Wojna)


Polônia 1949, em plena Guerra Fria temos o inicio da história da jovem cantora Zula (Joanna Kulig) e do experiente músico Wiktor (Tomasz Kot) em uma relacionamento amoroso quase impossível para época, mas a cumplicidade que surgirá desse amor vai perdurar por todos os obstáculos e caminhos que ambos irão seguir, mesmo juntos ou separados. Produção Polonesa que foi indicação do país para concorrer a uma das vagas de melhor filme estrangeiro no Oscar 2019. Filme estreia apenas em 07 de fevereiro de 2019, mas fez parte da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo do qual ParsaGeeks foi credenciado. Direção de Pawel Pawlikowski e distribuição nacional pela Califórnia Filmes.


Aquela história de amor de pessoas bem diferentes e situadas em uma ambientação desfavorável, isso você já deve ter visto em outros longas-metragens, mas aqui temos uma delicadeza e fluência de roteiro que faz com que tenhamos um algo a mais bem interessante. Durante toda a trama os contrapontos de cada personalidade seja da Zula ou do Wiktor são constantes e mais ainda como elas se encaixam, pois a cada cena deles juntos temos o porque não dariam certo e ao mesmo tempo como eles tem uma relação forte. Ao decorrer da história vamos tendo vários saltos temporais para mostrar o crescimento ou queda na vida pessoal de cada um e também como a relação deles vão se fortalecendo ou enfraquecendo nessas situações. Tudo segue até que de forma simples com foco na paixão do casal e consegue trabalhar como cada um se comporta em relação as suas carreiras musicais e pessoais, não são poucos os vai e vem da dupla e o choque de ideias pelo objetivo que cada um tem na carreira ou pela idade mesmo, além das dificuldades de se passar durante a Guerra Fria e como os artistas da época se comportavam dentro de um situação que foi bem complicada pós Segunda Guerra que originou a ascensão da União Soviética. A parte da guerra em si é pouco mostrado, sabemos que tem, em alguma parte da história isso afetará o casal, mas o foco na paixão, arte e cumplicidade dos protagonistas são maiores.


Direção de arte muito bonita, apesar de ser em preto e branco, tudo bem estruturado e ambientado, com uma bela fotografia de época e um figurino bem satisfatório. Como trata-se de de um amor entre músicos, temos muitas canções com a maioria na voz de Zula, obviamente não se entende nada se você não souber polonês, mas a parte instrumental da coisa é boa. Como temos vários anos se passando durante a trama, a montagem é boa de inicio e parece mais corrida no fim, só que dentro de uma margem aceitável do qual não se perde muita coisa. As atuações dos protagonistas são muito boas, a personagem Zula tem um brilho próprio, uma jovem e depois mulher a frente da sua época e o jeito mais sereno e experiente de Wiktor casa bem com ela, um casal que se destaca entre as outras pessoas do convívio delas, basicamente é isso. Guerra Fria é um obra simples e interessante aonde se trabalha o amor na forma de companheirismo e paixão  que perdura com o casal durante anos e anos não importando o caminho que cada um segue, mesmo quando estão separados, além disso, trás uma forte ligação na arte e como ela age em épocas políticas mais complicadas. Ficou muito bom.

https://www.instagram.com/parsageeks/https://sites.google.com/site/parsageeks/
   ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: blogparsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks