Destaques

quarta-feira, 24 de novembro de 2021

Crítica Cinema | A Crônica Francesa

(Não é fácil, não é simples)


A Crônica Francesa é um filme que serve como uma carta de amor aos jornalistas. Ambientada em um posto avançado de um jornal americano em uma cidade pacata fictícia na França do século XX, o filme traz à vida crônicas e coleções de histórias publicadas no jornal "The French Dispatch Magazine". O filme conta com artistas como Bill Murray Benicio Del Toro, Adrien Brody, Frances McDormand, Timothée Chalamet, Léa Seydoux, Jeffrey Wright, Owen Wilson, Tilda Swinton, e outros grandes nomes de Hollywood. Direção de Wes Anderson. Produção da Searchlight Pictures, com distribuição nacional da Disney. Estreia nos cinemas brasileiros, em 18 de novembro de 2021. Para o trailer, clique aqui.

A Crônica Francesa (The French Dispatch)


Wes Anderson é um diretor para lá de conceituado no mundo de Hollywood, ele consegue para seus projetos... as maiores estrelas, seja os veteranos, como os em ascensão. Todos dos meio artísticos querem pelo menos uma pontinha em seus filmes, inclusive em animações, como foi o Ilha dos Cachorros em 2018 (Muito bom, por sinal). O Grande Hotel Budapeste é um dos melhores longas dos últimos tempos, sendo o mais premiado do Wes... Aqui temos praticamente todo o elenco de lá, além de sangue novo como Timotheé, por exemplo. Esse cara realmente tem muita moral. Para falar do filme em si, são citados quatro passagens que eles consideram importantes do jornal abordado na trama, onde na primeira é sobre um pintor e suas artes pitorescas, a segunda entra na revolta adolescente contra o governo, seguido de uma história sobre sequestro, fechando com um prólogo bem curto. Se em outras obras dirigida do Wes, temos uma comédia inteligente, mas com momentos sacanas e dinâmicos, aqui a coisa não é bem assim, o nível de uma história para outra vai caindo muito...


A primeira é até interessante, ditado pelas boas atuações de Benicio Del Toro e Adrien Brody, tem ali um dialeto e dinamismo comedido, mas vai... e conclui bem. Ao entrar na segunda história com o próprio Timotheé e Frances McDormand, é onde a coisa começa a ficar sonolenta, deixando quase intragável quando inicia a passagem que é protagonizada por Jeffrey Wight, essa horrível. Ao começar a quarta trama, dá desespero, o que passa logo, já que era só um encerramento. A narrativa não convence, deixando uma sensação que tudo durou uma hora a mais do que foi. Até temos toda uma falácia interessante que ditam como funciona o jornal e sua forma de contar história, mas fica tudo fadado ao cansaço conforme as coisas andam. Por ser um tema bem cult, com temática de homenagear jornalistas, cai no gostos dos mais apurados, quem sabe da academia com críticos veteranos, vide que Spotlight já venceu de melhor filme, hoje, ninguém lembra que esse longa existe, mas que também dentro de suas proporções era sobre furo jornalístico... O famoso criando para agradar no Oscar. Produção é muito boa, tem cenários bonitos, trilha sonora, até uma animação bobinha e ao mesmo tempo engraçadinha perto do final do terceiro arco... Só que faltou a graça e malemolência de um Grande Hotel Budapeste. Sobre o elenco, não tem o que ir contra, são estrelas, algumas só fazem ponta e outras representam bem seus respectivos arcos, claro que todos entregam legal nesse quesito, problema não chega nem perto de atuações, e sim, o roteiro. A Crônica Francesa não é um filme fácil, feito para agradar um público mais contido e também cavar votos para premiações cinematográficas em 2022... E tendo um diretor que consegue arrebanhar grandes estrelas para suas obras, isso deixa tudo visualmente interessante, mas dessa vez entrega algo que não é ruim, só que dá muito sono.

Imagens fornecidas pelas assessorias ou retiradas da internet para divulgação/Biografias usadas são da IMDB.
  ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks