Destaques

Newsletter

domingo, 12 de julho de 2020

Crítica Cinema | A Mulher Invisível

(Romance na dificuldade)
By Eliane Cekenda 


Sinopse: Uma jovem (Olivia Thirlby) misteriosamente fica invisível para todos, inclusive para sua família, que a considera desaparecida. Agora, anos mais tarde e ainda invisível, ela precisa encontrar uma maneira de voltar para casa e para isso conta com a ajuda de um homem (Alan Ritchson), a única pessoa no mundo que consegue enxergá-la. Elenco ainda conta com a Megan Fox,  Jim Gaffigan, entre outros. Produção americana, com direção de Claudia Myers. Distribuição brasileira da Elite Filmes. Estreia 25 de junho de 2020 em streaming no Cinema Virtual. Para assistir ao trailer, clique aqui.

A Mulher Invisível (Above The Shadows)


A mulher invisível é um drama romântico dirigido e roteirizado por Claudia Myers, o longa tem um toque de fantasia. O roteiro é bem escrito, tem sua parcela de previsibilidade, mas não deixa de surpreender e encantar. A trilha sonora ajuda a contar a história. Não tem planos longos, o que dá um ar mais intimista.


O filme tem uma participação pequena de Megan Fox como a namorada estrela. A química entre os dois personagens principais é boa, e muito bem explorada. Alan Ritchson interpreta bem o lutador decadente. Olivia Thirlby, a mulher invisível, não tem escrúpulos em expor os defeitos/pecados dos outros por dinheiro, mas no momento em que enxerga uma possível redenção, e quem sabe voltar a ser visível, começa a ajudar o lutador. A Mulher-Invisível é um  filme sensível, romântico e para reflexão.

Obs.: Biografias de atores e filmes IMDB. As imagens foram disponibilizadas pela assessoria da distribuidora do filme.
  ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks