Destaques

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Crítica Cinema | Space Jam - Um Novo Legado

(Um clássico adaptado aos novos tempos)


Durante uma viagem aos estúdios Warner Bros., o superastro LeBron James e seu filho acidentalmente ficam presos dentro de um mundo com todas as histórias e personagens da companhia, sob o controle de uma força poderosa e conturbada chamada Al G (Don Cheadle). Com a ajuda de Pernalonga, LeBron deve navegar através de um universo recheado de cenas de filmes icônicos e personagens conforme reúnem os Looney Tunes para resgatar o filho perdido. Para voltar para casa, LeBron e a turma devem desvendar o misterioso plano de Al G e vencer um épico jogo de basquete contra versões de game de lendas da NBA. Elenco ainda conta com Cedric Joe, Khris Davis, Soneca Martin-Green, Ceyair J. Wright, entre outros. Com direção de Malcolm D. Lee. Produção e distribuição da Warner Bros. Estreia nos cinemas brasileiros em 15 de agosto de 2021. Para o trailer, clique aqui.

Space Jam - Um Novo Legado (Space Jam - The New Legacy)


Em 1996 chegava aos cinemas Space Jam - O Jogo do Século, uma mistura de animação 2D com atores reais que deu muito certo, não muito pela história que é básica, mas sim, pelo carisma de Michael Jordan, a lenda do basquete, que na época estava se aventurando pelo baseball, foco do ponto de partida da história. O filme fica mais saudoso e popular com o tempo, já que o craque foi se tornando cada e cada vez mais famoso, atingindo o patamar mais alto de estrela da NBA. A missão 25 anos depois é trazer novamente essa sensação nostálgica, mas adaptada para os dias atuais, vide as polêmicas na saída do gambá Pepe Le Pew, sob a alcunha de ser um assediador de personagens feminino nos desenhos animados, coisa que sempre foi tratada de forma cômica e no contexto da sua personalidade... E ainda deu uma atualizada na Lolla, tirando seu visual considerado "sexualizado" e a deixando mais independente, assuntos como esses criam dois lados de opiniões, somado a um carisma inferior do Lebron ao Jordan, então já começa com essas questões adversas. Agora a introdução de um visual 2D-3D, aproveitando a tecnologia atual e abordagem das redes sociais, soma-se um ator em evidência devido aos filmes da Marvel, no caso o Don Cheadle, são as coisas boas em contraponto as polêmicas pré-lançamento. Como visto são muitos elementos que precisam se conectar de forma viável para uma aventura que precisa ser divertida e entregar quase duas horas de um entretenimento, sem grandes polêmicas.


Tem todo um lado paternal e no desenvolvimento do método de como um pai foi criado, pois dentro da sua criação ele acha o que é melhor para o filho. Nisso temos esse embate quase a trama toda entre Lebron e o filho mais novo. Ao contrário do anterior, aqui temos quase tudo do ponto de vista desses desarranjos paternais, já os Looney Tunes são apenas os coadjuvantes para fazer as coisas andarem, tem ali uma jornada do Pernalonga, mas não cola muito, fica mais para dar as cores e o carisma, já que o Lebron é uma madeira atuando, claro que não se espera uma atuação diCaprio, mas você sente que ele não tem desenvoltura nenhuma para interagir... seja com os atores reais, quanto os animados. Com isso, Don Cheadle leva toda a história no bolso, seu vilão cartunesco e surtado entende bem o que é preciso para fazer a narrativa seguir nos rumos certos... Pois precisa de um start; o vilão e o tão esperado jogo de basquete. Isso acontece de um jeito tranquilo, divertido em alguns momentos e um draminha familiar que o roteiro oferece dentro da sua proposta. Outra coisa interessante, no momento do esperado jogo, a Warner dá uma indireta para a Disney, pois é mostrado todo seu leque de personagens em todas suas franquias e plataformas, mostrando a força da empresa, mesmo sendo ali em um contexto infanto-juvenil, tem sua magnitude... Isso também é explorado na hora da viagem do protagonista ao mundo animado, passando por vários lugares ícones das mais consagradas criações da Warner. Pelo visto, não só uma aventura dinâmica para família, também uma demonstração dos seus frutos ao longo de décadas. Ao fim, uma sensação de dever cumprido, mas sem o carisma do longa de 1996, mas diverte, principalmente na partida final. 


Aqui os efeitos visuais são muito importantes, pois é a mescla de live-action com animação 2D, depois mesclado ao 3D, tudo isso funciona bem, se não fosse por alguns problemas de ter um protagonista que não é ator, a coisa ficaria melhor, mas visualmente é muito bom. Os designs estão muito bem feitos, seja nos dois tipos de animações e quando nos mostra o leque de mundos da Warner juntando todos os personagens no ato final, consegue impressionar pela qualidade... E sobre a mudança de um ou outro personagem e a falta de algum também... Independente da visão de querer ou não mudanças, essas decisões não atropelam nada o roteiro, até porque, aqui os Looney não têm tanto destaques como o filme de 1996. Sonoramente funcional e trabalha bem a narrativa, consegue criar uma expectativa para a partida, apesar de não ser muito orgânica como no anterior, mas a forma grandiosa quando isso acontece, compensa. Sobre o elenco... Lebron James pode ser um grandioso jogador NBA, mas atuando... Não que o Michael Jordan (Tem uma piada muito boa sobre isso) fosse também, só que ali o carisma impera. Don Cheadle carrega tudo nas costas, consegue ser bem caricato e entender bem o que era preciso para uma história tão louca de NBA com cartoons. Restante do elenco consegue dá uma base para as coisas andarem no seu devido tempo, principalmente o garoto. Sem esquecer, tem a participação rápida dos jogares masculinos e femininos atuais da NBA. Space Jam - Um Novo Legado se moderniza, trazendo novos elementos e conceitos para uma trama dinâmica e divertida, falta aquele à mais do longa anterior... Só que tem seus méritos maiores que deméritos.

Imagens fornecidas pelas assessorias ou retiradas da internet para divulgação/Biografias usadas são da IMDB
  ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks