Destaques

Newsletter

sábado, 18 de janeiro de 2020

Crítica Cinema | Jumanji: Próxima Fase

(Aposta segura
By Alan David


Sinopse: Em Jumanji: Próxima Fase, a turma está de volta: Spencer (Alex Woff), Martha (Morgan Turner), Fridge (Ser´Darius Blain) e Bethany (Madison Iseman), mas o jogo mudou. Enquanto retornam à Jumanji sobre os avatares de: Bravestone (Dwayne Johnson), Dr. Gelly (Jack Black), Mouse (Kevin Hart) e Ruben (Karen Gillan) para uma nova aventura, eles descobrem que nada é como eles esperavam que seria. Os jogadores devem desbravar áreas desconhecidas e inexploradas, desde o árido deserto até as montanhas nevadas, para poderem escapar do jogo mais perigoso do mundo, ainda acompanhados de dois velhinhos bem peculiares: Eddie (Danny DeVito) e Milo (Danny Glover). Elenco também conta com Nick Jonas, Awkwafina, Colin Hanks, entre outros. Direção de Jake Kasdan. Produção e distribuição nacional da Sony Pictures. Estreia 16 de janeiro de 2020. Para assistir ao trailer, clique aqui.

Jumanji: Próxima Fase (Jumanji: The Next Level)


O longa anterior trouxe uma nova abordagem em explorar mais afundo o mundo de Jumanji e nele se personificar com grandes astros carismáticos do nível do The Rock, Jack Black e cia... assim garantindo um ar mais aventuresco e engraçado de lidar com esse mundo dentro de um game. A garantia de sucesso se concretizou e uma sequência era mais do que natural. Dessa vez não houve tantas novidades assim, como o próprio título diz ele vai oferecendo fases, no caso cena após cena com muita ação, piadas e situações divertidas para que possa trilhar sua linha narrativa sem grandes aspirações, o longa anterior basicamente era essa a proposta (tirando o fator novidade), aqui ele foi full nisso, dando mais alternativas de cenários em Jumanji.

 
Como vai de um ponto de partida único para divertir, as alternâncias ficam a cargo da mudança de personagens dos integrantes do jogo e seus avatares, onde temos o acréscimo dos para lá de veteranos Danny DeVito e Danny Glover que ao serem encarnados pelo Bravestone de 'The Rock' e o Mouse de ‘Kevin Hart’ respectivamente, nos deram uma variação interessante e situações hilárias que comprovam que o roteiro tinha como objetivo maior brincar com seus personagens na forma de interagirem entre eles, inclusive na adição de um novo avatar (Ming, interpretada por Awkwafina) e nesse vai e vem de brincadeiras, nem as subtramas envolvendo os dois atores veteranos e o romance entre Spender e Martha são de grande importância. A história em si não é muito significativa até o final, onde apenas o gancho para uma possível sequência é o mais chamativo... que sinceramente deveria ser o tema desse segundo longa, mas a chance de trazer mais humor e apostar no elenco que fez sucesso em 'Jumanji: Bem Vindo à Selva' e as novas adições falaram mais alto, ainda mais porque o vilão dessa vez é infinitamente inferior ao do filme anterior. Isso tudo é um composto para entreter sem compromisso e desaprovações significativas dentro de uma oferta de agradar mais as massas que curtem ação e humor.
 

O visual é muito bonito, mas não teve nada que impressionasse com relação ao anterior, até porque eles mantiveram a aventura novamente dentro de Jumanji, então era só explorar mais o que já deu certo. Efeitos nada a reclamar, assim como parte sonora. O andamento da história segue bem tranquila, não tem grandes furos ou nada que desabone, dentro de uma aventura padrão. O elenco é gigantesco, então vamos aos protagonistas... Dwayne Johnson carisma em forma de ser humano, inclusive para puxar os tiques do velhinho interpretado pelo Danny DeVito, assim como Kevin Hart com seu personagem imitando o tranquilo Milo de Danny Glover... O trabalho de ambos os atores foram bem interessantes e deram um plus que chamaram atenção nesse quesito (Nisso se adicione Awkwafina, pois quando acontece uma nova mudança de avatares, ela brilha com expressões hilárias). Karen Gillan que veio no Brasil divulgar o filme e esbanjou uma simpatia fora de série, dessa vez teve mais espaço e conseguiu inclusive ofuscar Jack Black e Nick Jonas, esse último foi só para constar, seu personagem foi irrelevante nessa nova aventura. Por fim, do elenco fora de Jumanji, foi bom demais ver Danny DeVito em ação, o veterano ator fez uma dobradinha muito boa com Danny Glover. Jumanji: Próxima Fase traz tudo que o longa anterior tinha em um grau mais elevado de ação e humor, apostando demais no visual, perigos e avatares personificados em atores de grande carisma e com ótimo entrosamento. Não oferece novidades, mas a empatia pelo elenco fala mais alto e garante a diversão.

Obs.: Biografias de atores e filmes IMDB. As imagens foram disponibilizadas pela assessoria da distribuidora do filme.
  ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks