Destaques

Newsletter

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Filmes estrangeiros de terror integram a programação do Festival do Rio

(De história sobrenatural à zumbis, seleção variada pode ser vista pelo público)

Cena do filme “The Lodge”, de Severin Fiala e Veronika Franz

O terror também tem vez na vasta lista de filmes do Festival do Rio, que acontece entre os dias 9 e 19 de dezembro. Depois de estrear em Sundance, The Lodge (The Lodge), de Severin Fiala e Veronika Franz, acompanha o pesadelo assustador gerado a partir de uma crise doméstica. Já a trama de terror sobrenatural A Hora da Sua Morte (Countdown), de Justin Dec, gira em torno de um aplicativo de celular macabro que promete prever o momento e data da morte das pessoas. O novo filme de Takashi Miike Primeiro Amor (First Love) traz a história de amor distorcida entre um boxeador e uma garota de programa que são inocentemente envolvidos num esquema de tráfico de drogas.

Para quem gosta de histórias de zumbis, dois filmes sobre essas criaturas serão exibidos durante o evento: Zombi Child (Zombi Child) e Os Mortos Não Morrem (The Dead Don't Die). O primeiro é dirigido por Bertrand Bonello e baseado no relato da vida de um suposto homem zumbificado no Haiti. O segundo é comandado por Jim Jarmusch e tem Bill Murray no papel de um policial, que luta contra zumbis que atacam a pacata cidade de Centerville. O longa abriu o Festival de Cannes 2019.

Confira as sinopses:

A Hora da Sua Morte
Um novo aplicativo de celular que promete prever o momento exato da morte de cada pessoa está virando uma febre. Mesmo sem acreditar, a enfermeira Quinn resolve baixá-lo, mas tem uma surpresa: ela tem apenas dois dias de vida. Quando a contagem regressiva começa, coisas sombrias passam a acontecer e ela precisará lutar contra o tempo para sobreviver.

Os Mortos Não Morrem
Na pacata Centerville, algo está errado: a lua cheia permanece no céu, as horas do dia estão cada vez mais imprevisíveis e os animais começam a demonstrar um comportamento estranho. Ninguém consegue saber o porquê. As notícias são assustadoras e os cientistas estão preocupados. Mas ninguém podia prever os perigosos acontecimentos que viriam a se desenrolar na cidade, quando os mortos se levantam de suas covas e atacam violentamente os vivos, alimentando-se deles. Agora os moradores têm que lutar para sobreviver. Filme de abertura do Festival de Cannes 2019.

Primeiro Amor
Durante uma noite em Tóquio, Leo, um jovem boxeador sem sorte, encontra seu primeiro amor, Monica, uma garota de programa viciada, porém ainda inocente. Quando Leo menos espera, Monica é involuntariamente envolvida em um esquema de tráfico de drogas, e os dois são perseguidos durante a noite por um policial corrupto, um membro da yakuza, seu nêmesis, e uma assassina enviada pelas Tríades Chinesas. Os destinos de todos se entrelaçam em um espetáculo ao melhor estilo anárquico e divertido de Takashi Miike. Quinzena dos Realizadores, Cannes 2019.

The Lodge
Dedicados à  mãe, que está arrasada, os irmãos Aidan e Mia guardam certo rancor de Grace, a mulher com quem o seu pai recém-separado planeja casar. Os dois recusam terminantemente as tentativas de aproximação de Grace e desenterram fatos do seu passado trágico. Mas subitamente eles se vêem a sós com ela numa remota casa de férias na neve, depois do pai ter ido à cidade trabalhar. À medida que o gelo vai derretendo entre eles, eventos estranhos e assustadores ameaçam libertar os demônios psicológicos da estrita educação religiosa de Grace. Sundance 2019.

Zombi Child
Haiti, 1962. Um homem é trazido de volta do mundo dos mortos apenas para ser enviado ao inferno do trabalho nos campos de cana. Em Paris, 55 anos depois, na conceituada escola da Legião de Honra, uma jovem aluna haitiana confessa um antigo segredo de família para o grupo de novas amigas - sem imaginar que sua estranha narrativa vai convencer um colega de coração partido a fazer o inimaginável.

Sobre o Festival do Rio
Desde sua criação, o Festival do Rio já exibiu 7 mil longas, incluindo filmes recém-premiados em festivais e mostra internacionais como Cannes, Berlim, Toronto, Veneza e outros. Formador de público mas também de mão de obra, o Festival do Rio capacitou mais de 7 mil profissionais para o mercado audiovisual e de eventos. Distribuídos em diferentes mostras, incluindo a Première Brasil, os filmes nacionais compõem parte importante do festival, que é a maior vitrine da cinematografia brasileira.

Para informações sobre o Festival, acesse o site: www.festivaldorio.com.br


 ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: contato.parsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks