Destaques

Newsletter

sábado, 3 de novembro de 2018

Cinema 531# O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos

O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos (The Nutcracker and the Four Realms)


Adaptada de uma história do balé clássico, temos Clara (Mackenzie Foy, de Interestelar, Invocação do Mal e Crepúsculo) que perdeu a mãe a pouco tempo e sofre com isso, inclusive atrapalhando na relação com seu pai. A vida de Clara muda quando um presente deixado por sua mãe faz com que ela vá parar em um mundo mágico com Quatro Reinos e precisará salva-los com a ajuda de um soldado Quebra-Nozes (Jayden Fowora-Knight). Elenco ainda conta com Keira Knightley, Helen Mirren, Matthew McFadyen, Morgan Freeman, Eugenio Derbez, entre outros. Produção Disney, com direção dos veteranos Lasse Hallström (Quatro Vidas de um Cachorro e Sempre ao seu Lado) e Joe Johnston (Capitão América, Jurassic Park 3, Jumanji, entre outros blockbusters). Distribuição Disney/Buena Vista.


No começo do ano a Disney lançou Uma Dobra no Tempo, um dos filmes mais chatos e ruins desse ano, pensei que não fariam isso novamente, infelizmente estava enganado, ok exagero ruim, mas chato com certeza. A história começa com temas abordados que não se sabe de onde vem essas histórias, como se tivesse um epílogo, quem entrou no primeiro minuto do filme deve achar que perdeu algo que não foram só os trailers, a dificuldade de conseguir desenvolver um roteiro é impressionante, até quase uma hora de filme não acontece nada minimamente relevante, só a personagem Clara se auto lamentando, atrás de uma chave e um monte de ratos, basicamente é isso. Quando a coisa da uma melhorada é quando se tem o tão (não) surpreendente plot twist, o que tira uma história arrastada e chata para uma ação ali aceitável, mas se você parar e pensar, ela está ali para evitar uma grande ameaça, que algo terrível aconteça, mas não tem nada, pois uma ameaça nem era tão assim e quando tem a reviravolta, também nada muda muito (Dobra no Tempo de novo), um roteiro fraquíssimo, se apegando a algo sem muita sustentação, apenas confiando em visual, música, efeito e figurino.


Obviamente que tecnicamente funciona com seu belo figurino, fotografia, efeitos especiais, design de produção e a trilha sonora para quem curte música assim é boa, mas tem uma hora que ela entra em uma cena de apresentação dos reinos tentando emplacar um balé e fica de uma sonolência gigante. Como dito, a história começa acelerada e fica parecendo está faltando algo, isso compromete a montagem e tudo que envolve desenvolvimento de roteiro que fica prejudicado e arrastado. Sobre as atuações... a garota Mackenzie Foy não tem força para protagonizar um projeto desses, mesmo problema em Dobra no Tempo com a menina Storm Reid, mas aqui ela é mais esforçada do que Storm que parecia ter feito com má vontade. Sobre o restante do elenco, mal aproveitados, Helen Mirren e Keira Knightley com personagens abaixo do que merecem, Morgan Freeman foi o cachê mais fácil do mundo, tem meia dúzia de falas, não ajuda em nada e sai como sábio da história, o restante do elenco, inclusive o Quebra-Nozes também são engolidos por um roteiro mal escrito e dirigido, esperava-se mais devido aos diretores de renome que trabalharam nesse longa. O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos é a prova que se pode cometer o mesmo erro praticamente de novo como em Uma Dobra no Tempo, trama lenta que ao mesmo tempo acelera seus acontecimentos principais de um jeito forçado, cria um mundo visualmente rico, mas com personagens dentro de uma trama que não se sustenta, só não é tão ruim, porque tecnicamente é vistoso e a história é sim fraca, mas escapa um pouco disso quando se tem uma ação, mesmo que não muito justificável, mas pelo menos tem, mas não consegue tirar o selo de filme chato e fraco.

https://www.instagram.com/parsageeks/https://sites.google.com/site/parsageeks/
   ____________________________________________________________________
 Dúvidas, sugestões, parcerias e indicações: blogparsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks