Destaques

Newsletter

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Cinema 506# O Retorno do Herói

O Retorno do Herói (Le Retour du Héros)


1809 na França, após o Capitão Neuville (Jean Dujardin, vencedor do Oscar 2012 como ator pelo O Artista, que também venceu de melhor filme) pedir a mão de Pauline em casamento (Noémie Merlant) ele vai para a guerra e após isso não deu mais notícias, assim então, Elisabeth (Mélanie Laurent) começa a escrever cartas em seu nome e criando uma história fantasiosa para que a irmã não sofresse com o sumiço do seu pretendente, anos se passaram e Neuville dado como morto volta e totalmente diferente do que ele era, aliás mostrando sua verdadeira personalidade, agora Elisabeth vai ter que lidar com o cara e ele mesmo irá se aproveitar do fato que ela o tornou um herói para a cidade em suas histórias para iludir a irmã, comédia francesa dirigida por Laurent Tirard e com distribuição nacional pela Mares Filmes.


Comédia de tiradas rápidas em muitos momentos lembrava O Grande Hotel Budapeste, ao longo que a história vai se desenvolvendo, o personagem de Dujardin tem uma virada  bem interessante, mudando conceitos do que deveria ser padrão de um homem honrado para aquela época, além disso a interação com Elisabeth no maior estilo gato e rato é bem legal, tudo feito de forma dinâmica e até bem acelerado para um filme francês, outra coisa que chama a atenção é a forma que transformam a então noiva do protagonista que sai de aparentemente prendada a malíciosa e o jeito nada convencional da moça é uma forma bem elaborada de como modificar um personagem, ao longo da trama vamos tendo Neuville contra Elisabeth, cada um se aproveitando ou se protegendo do que a própria co-protagonista causa no início do longa e funciona como o plot do filme, comédia leve e tranquila de assistir que surpreende até a parte final quando da uma derrapada desnecessária.


As atitudes do "casal" de rivais são coesas até o quarto final, quando estranhamente o roteiro desconstrói tudo que tinha montado para os dois até então, principalmente no caso da Elisabeth, quando ela o odiava muito a ponto de aprontar todas para acabar com o cara, do nada, do nada mesmo... ela vira a chave, foi muito esquisito, então a história volta para o rumo e tinha a chance mesmo com essa derrapada de  finalizar certo, só que a trama se estende a mais umas duas, três cenas, sendo agora a vez do personagem de Dujardin ser meio contra o que ele foi o longa-metragem todo, apesar que ainda nem foi tão grave quando a mudança repentina de Elisabeth. Senão fosse por isso o filme beiraria o impecável, mesmo assim é uma bela experiência de comédia que se você não se importar com essa mudança do  final vai gostar muito, fora que fotografia, ambientação e figurino estão muito bons, eu gostei e iria gostar mais ainda se pelo menos não tivessem virado a chave da Elisabeth ou estendido as atitudes de Neuville quando claramente a história poderia ter se encerrado minutos antes, a falta de inovar até o final e querer ficar na zona de conforto ficou um pouco incoerente, mesmo assim um bom filme.

(Filme nota 3/5)
Visto em Cabine de Imprensa
Autor: Alan David

Parceiros do nosso Portal

ParsaGeeks no Youtube/Facebook/Instagram/Twitter
https://www.youtube.com/channel/UChJJDLVik7gCCMVZrLcGb4whttps://www.facebook.com/parsageekshttps://www.instagram.com/parsageeks/https://twitter.com/ParsaGeeks
____________________________________________________________________

   ____________________________________________________________________
 dúvidas, sugestões e indicações: blogparsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks