Destaques

Newsletter

segunda-feira, 12 de março de 2018

Cinema 459# 15h17 - Trem Para Paris

Antes, sessão emendada na do Marabá agora no Caixa Belas Artes, foi só subir a Consolação rs, assim como no filme anterior, também não estava nem com 15% dos lugares ocupados, ah só um velho que atendeu o telefone no começo do filme e falando normal, depois desligou, mas fui sentar mais afastado porque comprei uns docinhos que estava fazendo muito barulho abrir por causa da embalagem rs. 


15H17 - Trem Para Paris (The 15:17 to Paris)

Vamos ao roteiro do filme: Baseado na historia real de três jovens americanos Spencer Stone, Anthony Sadler e Alex Skarlatos que impediram um extremista de matar todos a bordo do trem 9364 que estava indo para Paris, toda a origem dos rapazes até o momento crucial que evitou uma grande tragédia, os atores foram os próprios rapazes que estiveram nesse acontecimento, mas temos algumas caras conhecidas como Jenna Fischer (Pam de The Office) e Judy Greer (Homem Formiga), direção de Clint Eastwood e produção da Warner Bros.


Ao terminar de assistir o filme: Foi um grande ato de bravura, legal retratar isso, pois é uma homenagem a algo que se desenharia numa grande tragédia, mas de jeito nenhum daria um longa metragem, 88 minutos com 75 por aí de enrolação mesmo, nada ligado ao evento principal que não fosse a linha patriótica dos rapazes, o que todos esperavam mesmo acontece nos minutos finais, me senti enganado, ali era para um curta metragem de meia hora estava bom, a história da uns flash rápidos do evento principal só para você não sentir-se assistindo outro filme, só que muito fora de hora, toda a enrolação e visão de Eastwood americanizando demais todo o envolto acaba cansando, pois quando chega na cena do trem você nem acha aquilo tudo, só depois em um discurso frances que temos a dimensão do quanto grande aquilo foi, decisões de roteiro erradas, usar os 3 rapazes interpretando eles mesmo foi ok, o Spencer o que estava melhor, agora insistir na visão patriota de Eastwood (parecido com Sniper Americano, mas ali tinha uma gordura melhor para se aproveitar), mostrar situações e frases desinteressante o longa todo e entregar um clímax que nem funciona devido todas decisões de roteiro, isso entrega um filme sem muitos defeitos técnicos, mas bem caça níquel e desnecessário de assistir.


Assistido em: Caixa Belas artes
Data: 10/03/2018
Roteiro:1/5
Atuações:2/5
Direção:1/5
Mixagem de Som: 3/5
Montagem:2/5
Design de Produção: 3/5
Fotografia: 3/5
Trilha Sonora: 3/5
Edição de Som: 3/5
Diversão: 1/5
Filme média nota 2,2/5 (Fraco)


Acessem o canal ParsaGeeks no YouTube


Nos Siga também no Facebook/Instagram/Twitter

https://www.youtube.com/channel/UChJJDLVik7gCCMVZrLcGb4whttps://www.facebook.com/parsageekshttps://www.instagram.com/parsageeks/https://twitter.com/ParsaGeeks
       ____________________________________________________________________

   ____________________________________________________________________
 dúvidas, sugestões e indicações: blogparsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks