Destaques

Newsletter

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Cinema 444# Sobrenatural: A Última Chave

Antes, sessão sossegada sábado a noite no Cinemark Cidade São Paulo, mesmo sendo filme de terror e assistido em shopping foi surpreendentemente tranquilo, mas na parte que eu estava rs, porque você ouvia uns xiii do outro lado da sala, mas não foram muitos.


Sobrenatural: A Última Chave (Insidious: The Last Key)

Vamos ao roteiro do filme: Quarto filme da franquia produzida por James Wan, nessa nova história agora envolve a própria investigadora Elise Rainer (Lin Shayer) que atende um pedido de ajuda da casa que ela passou a infância e tem uma tragédia sobrenatural com ela naquele lugar, ao lado dos seus ajudantes Specs (Leigh Whannell) e Tukers (Angus Sampson),  Sobrenatural indo mais fundo na origem de Elise contra uma grande ameaça demoníaca, mas que pode ser diferente do que ela sempre acreditou, elenco ainda conta com Kirk Acevedo (fazendo vilão na nova temporada de Arrow) e com direção de Adam Robitel (sem grandes trabalhos no currículo), produção da Colúmbia Pictures e distribuição da Sony Pictures.



Ao terminar de assistir o filme: Confesso não assisti os primeiros, Sobrenatural para mim vem na cabeça os irmãos Winchester rs, mas esse fds não ajudou para estreias, dei uma pesquisada nos filmes anteriores para não boiar, até que não precisava muito, porque tirando a química da protagonista e seus ajudantes que te da uma sensação que já tiveram outras histórias juntos, de resto vai tranquilo, tirando uma referência no final que dei uma boiada por não ter visto os outros longas, mas sobre a Última Chave é mais um genérico que tenta moldar de forma diferente baseado na origem da Elise, só que todo andamento da trama é tão feita de qualquer jeito que vai se arrastando tentando construir de forma bem frágil a história toda baseada em te mostrar uma coisa e te surpreender no final, só que faz bem atrapalhado que você tem que prestar uma atenção para entender o que eles querem com aquilo devido as falhas de roteiro, no mais sustos poucos, indo para o caminho suspense, apesar que tem uma cena de susto forte que muita gente na sala do cinema quase teve um treco, finalizando mais do mesmo, só que a tentativa atrapalhada de dar um peso a franquia explorando alguém que está desde o primeiro filme é louvável, mas é pouco para gastar dinheiro com ingresso e tudo que envolve uma ida até ele (gasolina ou transporte público e privado + alimentação), apenas regular pela tentativa de dar trama dentro de uma história genérica.


Assistido em: Cinemark Cidade São Paulo
Data: 20/01/2018
Filme nota 2,5/5 (Regular)


Acessem o canal ParsaGeeks no YouTube


Nos Siga também no Facebook/Instagram/Twitter

https://www.youtube.com/channel/UChJJDLVik7gCCMVZrLcGb4whttps://www.facebook.com/parsageekshttps://www.instagram.com/parsageeks/https://twitter.com/ParsaGeeks
       ____________________________________________________________________

   ____________________________________________________________________
 dúvidas, sugestões e indicações: blogparsageeks@gmail.com

Comentários via Facebook

0 Comments:

Postar um comentário

Publicidade

ParsaGeeks

Instagram

© ParsaGeeks - Desbravando Filmes e Séries – Nossos Brindes de Cinema (NBC) Grupo ParsaGeeks